Policial autuado em Moscou por agressão à mulher grávida

Um oficial da polícia de choque de Moscou foi acusado nesta sexta-feira (11) de ter chutado uma manifestante durante uma manifestação anti-Putin na semana passada. O policial, cujo nome não foi revelado, terá que responder por abuso de poder, segundo informou Vladimir Markin, porta-voz do Comitê Investigativo.

O Comitê atuou depois da publicação no YouTube de um vídeo que mostra o oficial de capacete chutando o estômago de uma mulher durante a manifestação do último domingo (6), contra a posse do novo presidente Vladimir Putin. O Partido Comunista, principal força de oposição do país, disse que a mulher estava grávida.

Ontem (10), a imprensa independente reproduziu o vídeo nas suas páginas web e o assunto ficou entre os mais comentados na blogosfera. A polêmica e as críticas à atuação policial continuaram nesta sexta-feira.

Oleg Orlov, conhecido defensor dos direitos humanos na Rússia, celebrou a decisão de autuar o oficial, mas deixou claro que “houve muitos outros casos documentados de brutalidade policial”.

Mikhail Fedotov, chefe do Conselho de Direitos do Kremlin, também se pronunciou a favor da decisão e pediu uma investigação mais ampla sobre os confrontos entre a polícia e os manifestantes.

About these ads
Esse post foi publicado em Política e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s