Editora de TV estatal russa pede demissão por não ter concordado em criticar um líder da oposição

A editora e produtora do canal estatal NTV, Sofya Gudkova, pediu demissão depois de ter se recusado a criticar na televisão o seu ex-marido, o deputado oposicionista Dmitry Gudkov, do partido Rússia Justa.

A direção do canal orientou que Gudkova criticasse o deputado e pai dos seus dois filhos no programa “Itogovaya Programma”, onde ele trabalhava como editora-chefe.

“Sofya, perdão por você ter tido que sair da televisão”, publicou Gudkov no seu blog. “Mas você sabe que eu não posso deixar de lado as minhas convicções”.

O deputado revelou ainda que o canal NTV está produzindo um documentário sobre a vida pessoal dos líderes da oposição. O filme falaria sobre o famoso blogueiro anticorrupção Aleksey Navalny, o deputado Ilya Ponomaryov, também do partido Rússia Justa, Boris Nemtsov, outro importante líder da oposição e a socialite Ksenya Sobchak.

A NTV foi centro de uma polêmica em março depois de ter exibido um programa que acusava os líderes da oposição de terem pago aos manifestantes que participaram dos protestos anti-Putin.

Com informação do The Moscow Times

Esse post foi publicado em Política e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s