Jogo “Angry Kremlins” é sucesso na rede

Um designer da Estônia lançou uma versão online anti-Kremlin do famoso jogo “Angry Birds”, para protestar contra a sentença de dois anos de prisão às três cantoras do grupo punk russo Pussy Riot.

Vulp Magnus, criador do jogo “Angry Kremlins”, disse que queria chamar a atenção para a situação das três jovens cuja condenação em Moscou repercutiu em todo o mundo.

No Rio de Janeiro, o muro do Consulado Geral da Federação da Rússia foi pichado com a frase Liberdade para as Pussy Rio, em inglês. E em São Paulo, integrantes do movimento FEMEN fizeram topless em frente à representação diplomática russa como forma de protesto.

Em entrevista à agência de notícias France Presse, Magnus disse que “a ideia do jogo Angry Kremlins nasceu naturalmente, após a notícia do injusto julgamento, que deixou evidente a falta de liberdade de expressão da Rússia”.

No Angry Kremlins, os jogadores devem disparar contra rebeldes, similares às Pussy Riot, com armas com a forma da cabeça do presidente Vladimir Putin e do patriarca Kirill, da Igreja Ortodoxa russa.

Em apenas três dias, mais de 50 mil pessoas já jogaram o Angry Kremlins. “Ninguém me pagou nada para criar este jogo. O objetivo é que o problema seja conhecido pelo maior número de pessoas”, explicou Magnus.

O jogo está disponível gratuitamente no site imepilt.com.

Esse post foi publicado em Política e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s