Feliz Aniversário, coff, coff, Lukashenko!

O presidente da Belarus, Aleksandr Lukashenko completou 58 anos nesta quarta-feira (30), mas decidiu não fazer nenhuma celebração especial.

O presidente costuma comemorar no dia seguinte, 31 de agosto, já que segundo ele sua mãe foi levada ao hospital no dia 30, mas só deu à luz no dia 31. No entanto, este ano não haverá nenhuma festa. Segundo a secretaria da Presidência, ambos serão dias laborais para Lukashenko, chamado pelos bielorrussos de Бацька (Bat’ka), “Pai”.

No poder desde 1994, Lukashenko é conhecido por suas declarações pouco diplomáticas, além de ser chamado pela mídia de “O último ditador da Europa”.

Ditador ou não, certeza é que exemplo de líder democrático ele não é. Tive a oportunidade de cobrir as eleições presidenciais em dezembro de 2010 e pude constatar a formidável máquina estatal a serviço do presidente.

Em cada esquina do centro da capital, Minsk, havia um policial da agência nacional de segurança e inteligência vestido de preto, controlando quem passava. A agência ainda carrega o nome de KGB (todos os outros países do bloco soviético abandonaram este nome).

Quando os resultados foram anunciados, milhares de pessoas se reuniram na praça de Outubro, no centro de Minsk, para protestar. Dezenas de jornalistas acompanhavam a manifestação, enquanto a televisão estatal mostrava imagens “ao vivo” da praça – vazia!

Lukashenko ganhou com 79,65% dos votos. Dos nove candidatos que concorriam com Lukashenko, cinco foram presos durante os protestos.

Em abril deste ano, uma declaração de Lukashenko provocou uma crise diplomática com a Alemanha. O primeiro-ministro alemão, Guido Westerwelle, abertamente gay, exigiu em um encontro de líderes europeus que fossem aplicadas medidas para pressionar Lukashenko no que diz respeito às acusações de violações dos diretos humanos na Belarus. E Westerwelle teria dito que Lukashenko era um ditador. O líder bielorusso foi simples e direto: “Melhor ser ditador do que ser gay”.

Deixo abaixo um vídeo de Lukashenko no “Discurso de Ano Novo do Presidente às Crianças”, em 2008. Com legenda em português!!!

Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Feliz Aniversário, coff, coff, Lukashenko!

  1. Pablo disse:

    Uma amiga de lá daquelas bandas em uma conversa casual me disse: “Ditador ou não, isso não é o mais importante. As crianças estudarem em uma escola de qualidade, todos os idosos terem direito a pensão, termos comida em casa… Isso sim é o que faz toda a diferença para nós”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s