Moscou comemora hoje 865 anos

A cidade de Moscou celebra hoje (01/Set) 865 anos!!! Apesar de ser a maior cidade da Europa, mantém um ar provinciano e combina modernidade e tradição.

“Uma grande vila” – assim os nascidos na rival São Petersburgo chamam Moscou. Os moscovitas não costumam arriscar muito e preferem ir sempre ao mesmo restaurante ou à mesma boate. Cruzar com este ou aquele conhecido não é exceção em Moscou.

Bem, como o tempo anda curto por aqui, fiz uma colagem de parágrafos sobre a cidade, para que a data não passe em branco. Confiram:

Com cerca de 10 milhões de habitantes, Moscou está situada no centro da região conhecida como Rússia Européea (a linha fronteiriça entre Europa e Ásia corre a 1.300 km a leste da capital). O Kremlin, espécie de triângulo murado, com 750 metros de extensão em cada um de seus lados, é o seu coração. E não apenas do ponto de vista geográfico. Afinal, é dele que partem todas as ruas de Moscou — e que emana todo o poder russo. A Praça Vermelha se destaca ao longo do muro leste, enquanto o Rio Moscou corre junto à muralha sul. Suas águas originaram a construção de 18 pontes pela cidade. Um sistema de canais navegáveis liga o Moscou ao Volga, e a capital ao Mar Negro e Báltico.

Das cidades fundadas por colonos eslavos em terras de tribos asiáticas, destacou-se a cidade de Moscou, citada pela primeira vez na crônica em 1147.

Moscou com sua área de influência tornou-se um principado só na segunda metade do século XIII. O primeiro príncipe de lá foi Danyíl Oleksándrovytch – filho do príncipe Oleksánder de Nevshk.

Iúriy Danêlovytch (filho de Danyíl Oleksándrovytch, príncipe de Moscou) era príncipe de Suzdál e herdou o principado de Moscou. O khán (cã) da Orda Dourada deu ao príncipe Iúriy Danêlovytch um “iárlyk” (documento, declaração) nomeando-o, reconhecendo-o como “Grande Kniázh” de todas as terras do norte do antigo império da Rush (de Kyiv). As terras do norte estiveram sob o domínio dos tártaros de 1238 a 1480.

Desta maneira, na época de Iúriy Danêlovytch (1281-1325), Moscou se tornou a capital do grande kniázh (rei) das terras do norte da antiga Rush de Kyiv.

A partir de então, através da força das armas, Moscou tornou-se o centro de todas as terras do norte, sob o governo do grande kniázh de Moscou, colocado no poder pelo khán (cã) da Orda Dourada.

Portanto, o Grande Principado de Moscou cresceu em força, inclusive se aproveitando do conflito interno dos tártaros, a ponto do grande kniázh de Moscou Ivan II derrotar os tártaros no ano de 1480, libertando assim as terras do norte do domínio dos tártaros, domínio esse que durou 242 anos.

A dinastia de Kyiv, isto é, a dos Riurykóvytch, no Grande Principado de Moscou terminou com Fédor, filho de Iván IV, que faleceu em 1589. A dinastia seguinte, isto é, a dos Romanóv, iniciada pelo tzar Mikhaíl Romanóv (1613-1645), terminou com Nicolai II, que foi o último dos reis russos (até 1917, inclusive).

Para assistir a um trecho dos festejos na Praça Vermelha, acesse o link: http://www.1tv.ru/news/social/21457

Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s