Presidente da Ucrânia pede punição dura para Femen

O presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, qualificou de barbárie o ato do grupo neofeminista Femen em que uma ativista de topless cortou com serra elétrica uma cruz ortodoxa no centro de Kiev, em agosto deste ano.

“Quando a cruz foi cortada, os sentimentos religiosos de milhões de pessoas foram insultados”, declarou Yanukovich nesta quarta-feira (17) em uma reunião com os chefes de igrejas e organizações religiosas. “Espero que a lei seja aplicada de maneira dura”.

O presidente também observou que os ucranianos em geral confiam na Igreja e garantiu um tratamento sem preconceito a todas as igrejas por partes das autoridades.

Inna Shevchenko, a ativista que cortou a cruz ortodoxa, está instalada na França, onde abriu um escritório do grupo, por medo de represálias.

Esse post foi publicado em Política e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s