Em ‘South Park’, Jesus Cristo pede a libertação das meninas do Pussy Riot

Da Folha de São Paulo

De Yoko Ono a Madonna, passando por Sting e Roger Waters, a lista de famosos que condenam a prisão das integrantes do grupo feminino de punk Pussy Riot, na Rússia, é cada vez mais longa.

No novo episódio da série animada South Park, que foi ao ar nos Estados Unidos na última quinta-feira (31), até Jesus Cristo pediu pela libertação das roqueiras.

O episódio ironiza o apoio a causas humanitárias, sem a preocupação de entender o que elas significam.

Na trama, Jesus pede para que as pessoas deixem de acreditar em campanhas de massa. “Vamos manter as causas onde interessa, aqui…”, diz apontando para o coração. Em seguida, completa: “nas nossas camisetas!”, e exibe a frase “Free Pussy Riot”, em sua roupa.

As três integrantes do Pussy Riot –Nadezhda Tolokonnikova, Maria Alyokhina e Yekaterina Samutsevich– foram condenadas na Rússia por vandalismo motivado por ódio religioso no dia 17 de agosto, depois de tocarem uma canção criticando Putin no altar da principal catedral de Moscou em fevereiro.

Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s